5 coisas para se fazer quando sua demanda estiver baixa.

É um sofrimento par qualquer freelancer ter uma demanda baixa de clientes, ou pior do que isso: ficar sem nenhum cliente por algum tempo.

Para ajudar a garantir que isso não aconteça, tento olhar todos os projetos de uma só perspectiva e perceber quando eles estão para acabar. Dessa forma, já posso pensar em prospectar novos (ou antigos) clientes para novos projetos. Há uma série de coisas que você pode fazer para ganhar visibilidade, existem 5 coisas especificas que funcionam melhor pra mim quando o assunto é conseguir novos contatos.

1. Divulgar sua disponibilidade.

A coisa mais fácil e rápida que posso fazer para conseguir novas propostas é divulgar minha disponibilidade. Faço isso através das minhas redes sociais, anuncio que estou apto a assumir certos tipos de projetos para o próximo mês ou para a próxima temporada.

Tento também incluir um link com meu portfolio, isso ajuda bastante. Também é importante que você especifique os tipos de projeto que são interessantes para você. Se você é um fotografo de casamentos, não diga que você está disposto a aceitar qualquer proposta de ensaio sobre crianças e/ou idosos.

Você pode postar algo como:

Tenho vários dias livres em outubro para ensaios externos de moda. Se você é ou conhece alguma empresa que precise renovar seu catálogo, entre em contato ou marque esse amigo! [Link para portfólio]

2. Entre em contato com clientes antigos.

A próxima coisa mais fácil e rápida para fazer. Essa estratégia tem chances muito maiores de gerar novos jobs, é só entrar em contato com seus clientes antigos. Normalmente, faço isso por e-mail; verificando como eles estão fazendo e vendo se há algo que eu possa fazer para ajudar.

Oi [Cliente],

Espero que esteja tudo bem com você. Eu tenho alguma disponibilidade no mês que vem para ensaios externos e adoraria trabalhar com você novamente! Talvez você tenha alguma coisa acontecendo ou tenha projetos em segundo plano com os quais eu possa colaborar? Estou aqui para ajudar de qualquer maneira. (:

Muito obrigado! Estou ansioso pela sua resposta.

Até mais, Daniel.

Esse exemplo é bastante genérico. Eu tento fazer minhas perguntas de trabalho mais agradáveis para a pessoa que eu estou procurando prospectar. Posso perguntar como os negócios estão indo, como as coisas aconteceram desde o lançamento do antigo projeto e etc.

Eu nunca envio e-mails em massa. Cada e-mail é escrito e adaptado especificamente a cada pessoa a quem estou contatando. Posso começar com um modelo base, mas cada e-mail é pessoal para o destinatário.

3. Construa uma lista compilada de clientes em potencial.

Para melhorar minhas possibilidades de desembarcar um número maior de novos projetos, eu demoro muito tempo para pesquisar e alcançar clientes potenciais. Depois de ter uma lista decente compilada (cerca de 5-10 empresas / contatos), escrevo e personalizo cada e-mail para o qual estou entrando em contato.

Existem muitos lugares para descobrir novos potenciais clientes – o mais fácil de ser o Google. Mantendo o meu mercado-alvo em mente e o tipo de trabalho que gostaria de assumir, busco pequenas empresas locais em minha área.

Outros lugares que você pode tentar pesquisar são o Facebook e o Twitter. Você pode fazer pesquisas avançadas para determinadas palavras-chave. Tente pesquisar o tipo de serviços que você fornece ou o tipo de empresas com as quais você gostaria de trabalhar.

Uma vez que encontrei um potencial cliente, avaliarei sua presença on-line. Por exemplo, eu consideraria sua marca (logotipo, esquema de cores, site, contas sociais, consistência da marca, etc.). Se você é um desenvolvedor web, você pode querer rever seu site e ver se é receptivo. Procuro falhas para consertar e maneiras que eu poderia ajudar a melhorar seus negócios.

Eu compilo as informações coletadas em cada perspectiva em um Google Doc; nome do contato, e-mail, site e as falhas ou detalhes de como eu posso ajudar.

Depois de uma ou duas horas de compilação de uma lista de novos clientes potenciais, então eu começo o contato por email para cada empresa individualmente; brevemente me apresentando, meus serviços e compartilhando a maneira como eu gostaria de ajudar. Na maioria dos casos, tento conversar em vez de pedir uma venda difícil – o que significa que não tiro um e-mail dizendo: “Eu sou um designer gráfico, quero trabalhar comigo para melhorar sua marca?” Primeiro tentei obtenha o valor que tenho para oferecer, o que na maioria das vezes leva naturalmente ao desembarque de um novo projeto.

Compilar uma lista de clientes potenciais, chegar a cada pessoa, conversar e convertê-los em clientes pagantes leva muito tempo. Além disso, nem todos os e-mails se transformam em um projetos pagos, pior do que isso, nem todos obtém respostas. Mas vale o esforço.

Você também pode se interessar por:

4. Atualize seu portfólio com novos conteúdos.

Às vezes, é necessário um compartilhamento simples de um novo projeto no qual você trabalhou. Eu nem sempre tenho a chance de mostrar o meu trabalho, então, quando as coisas estão lentas, eu tomo o tempo para mostrar os projetos completos, mostrá-los no meu site e, em seguida, compartilhar isso em meus sites de redes sociais.

No mínimo, compartilho uma captura de tela do trabalho de design completo na minha página de trabalho ou no Behance. No entanto, quando possível, tento construir um estudo de caso dos meus projetos concluídos. Os clientes adoram ver como um projeto é desenvolvido e o que seu processo de trabalho se parece.

Você pode fazer seus estudos de caso tão simples ou detalhados como você gostaria. Alguns projetos que eu faço são pequenos, o que acaba por ser apenas algumas imagens, mas com outras pessoas eu posso escrever posts inteiros sobre o processo.

Ao criar um estudo de caso para uma peça de portfólio, eu supero o objetivo final, como eu consegui com meus serviços, e realmente ajuda se eu incluir um depoimento do cliente.

Uma vez que adicionei um novo trabalho ao meu site, eu o promovo em todas as minhas contas de mídia social, aumentando minhas chances de clientes me encontrarem ao invés de ter que encontrá-los.

5. Avalie e ajuste o que é necessário.

Uma tarefa menor mas não menos importante. É necessário realizar, de tempos em tempos, uma avaliação da minha presença on-line e fazer ajustes quando necessário. Isso pode se relacionar com a última tarefa de atualizar meu portfólio, mas além disso, onde eu poderia melhorar?

Posso ajustar a cópia do meu site com melhores palavras-chave e frases, posso adicionar algumas novas chamadas para ação, quando necessário, ou talvez ajuste meus recursos de trabalho (por exemplo, formulário breve do projeto, pesquisa de comentários, cópia do boletim eletrônico, formulário de contato, e-mail modelos, etc.)

Embora isso não gere muita exposição nova, isso ajudará a facilitar o processo que eu compro na geração de clientes novos.

Conclusão:

Quando sua demanda estiver baixa, não fique pensando que sua carreira como freelancer chegou ao fim. Use o tempo que está sobrando para conseguir novos projetos e fazer novas parcerias. Pode parecer um pouco complicado se você nunca fez algo do tipo, mas com o tempo você via acabar achando algo bastante comum e necessário.

Assine a nossa newsletter

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.