5 hábitos que podem te ajudar a render mais

É muito comum que as pessoas se perguntem: o que eu poderia fazer para conseguir fazer mais coisas no meu trabalho ou como fulano consegue fazer tantas coisas?

Existem vários pequenos truques como organizar suas tarefas em listas e por importância ou tempo necessário para concluir cada uma dessas tarefas. Mas além disso, é necessário que mais algumas coisas também sejam feitas, na verdade são alguns hábitos que posso recomendar.

Aqui vão alguns hábitos simples que podem te ajudar a não perder o foco no trabalho e produzir com maior eficácia.

1. Quantidade de tempo pré determinada para cada job.

Nas empresas, para cada trabalho existe uma quantidade determinada de tempo que você deve gastar para fazê-lo. Como freelancer, você não deveria pensar diferente. Embora você consiga montar a sua própria programação, na maioria das vezes, independentemente de terceiros, você ainda precisa tratar sua jornada de trabalho como um chefe trataria em uma empresa.

Defina os dias da semana e as horas com as quais você vai realizar cada job e tente não fazer nada além desses horários. Também é importante certificar-se de que as pessoas das quais participam ativamente da sua vida também tomem conhecimento desses horários, não tenha medo de dividir isso com sua família e amigos próximos, eles precisam saber. Dessa forma, eles também iram pensar duas vezes antes de te chamar para fazer algo fora do horário.

Além disso, é mais do que provável que você está trabalhando em casa, essa é uma grande vantagem de ser freelancer, mas também pode ser uma grande ameaça caso você não consiga se organizar corretamente. Eu trabalho de casa há pouco mais de um ano e, às vezes, me manter disciplinado é realmente um desafio. Mas a simples conscientização sobre seus hábitos sobre como eles podem ser maléficos ou benéficos deve ser suficiente para que você acorde e tome conta da realidade.

Você também pode se interessar por:

2. Evite ficar perto de telefones.

Por mais antigo que seja, eu ainda acho o e-mail bastante funcional. É claro que para projetos mais dinâmicos e com necessidade de comunicação constante usamos o slack. Mas para aquela comunicação mais passiva ainda prefiro o e-mail.

O grande motivo de eu ainda preferir o e-mail é porque ele não me tira do lugar onde estou trabalhando e nem me afasta a minha atenção da tela. O toque do telefone desconcentra, mas além disso, às vezes é engano, às vezes é telemarketing e às vezes é trote mesmo.

Eu sou um pouco horrorizado com telefone, se eu pudesse, me daria ao luxo de não ter um. Mas como ainda existem clientes que gostam de falar ao telefone, é preciso ter um para que tudo funcione.

Isso pode ser muito diferente para você, mas eu facilmente perco minha atenção, então para voltar a produzir com fluxo, demora um pouquinho, prefiro evitar distrações.

3. Eu trabalho seis dias por semana.

É muito raro que eu me permita um dia inteiro de folga, até mesmo quando saio de férias. Mas isso é algo do qual eu preciso resolver, de forma pessoal, não deve ser muito saudável. Eu realmente gosto muito do que eu faço e também gosto bastante de me manter atualizado, então quando não estou trabalhando, estou lendo algo ou assistindo alguma palestra ou afins.
Eu admito que sou um pouco viciado no meu trabalho, até um pouco difícil fazer outra coisa sem pensar em como aquilo se encaixaria como uma ação de marketing para um cliente e etc.

Não há mais ninguém para gerir o seu negocio como freelancer. Então é bom que você realmente goste muito do que você faz. É preciso que você encontre seus clientes, faço o planejamento, gerencie os projetos em andamento, envie as faturas, pague as contas e todo o resto. Além disso, também é preciso gerir a sua própria marca como uma marca de um cliente.

Como você pode perceber, basicamente, o segredo é tratar seu negocio como freelancer como se ele realmente fosse uma empresa nas questões de organização.

É claro que eu não vou dizer pra você que trabalhar 6 ou 7 dias por semana é uma regra e que isso irá condicionar o seu sucesso, mas é claro que isso pode ajudar. Depende muito da sua atual situação e aonde você quer chegar.

4. Estabeleça uma rotina.

Em um dia típico de trabalho, tente manter um horário fixo para acordar. Eu tomo café da manhã, em seguida tomo banho e visto alguma roupa como se realmente estivesse indo para algum lugar trabalhar.

A maior parte do meu tempo realmente é gasta com projetos de clientes, alguns precisam de muitos anúncios, outros de posts de blog e outros possuem bastante interação nas redes sociais, o que demanda um certo tempo para que eu deixe tudo em dia.

Eu faço meu intervalo de almoço do meio dia até no máximo as 14h. Depois retomo o trabalho até as 18 e em seguida vou para a faculdade.

Eu sempre tento resolver o máximo dos trabalhos pela manhã, até mesmo porque é a parte do dia em que menos pessoas entram em contato, tento deixar as reuniões para a tarde e então tudo flui de uma maneira mais harmônica.

Depois de trabalhar alguns meses sem planejar meu dia e ver que tudo estava bastante desorganizado, essa foi a maneira mais prática que encontrei para fazer tudo e deixar tudo em dia e ainda conseguir fazer todas as reuniões necessárias.

5. Defino meus próprios prazos e me responsabilizo por eles.

Não só como freelancer, mas bastante tempo disso, desde os últimos anos na escola descobri que deixar as coisas largadas pode ser bastante prejudicial.

Se entregar a liberdade pode te condenar a nunca concluir algo. Determino meus prazos de forma rigorosa, quando você trabalhar sem prazos, se deixar levar apenas pela sua vontade de fazer, mas isso pode ser difícil sendo que em casa as distrações são constantes.

Ser freelancer te dá a total liberdade de como montar seus prazos e onde trabalhar, mas cabe a você fazer o bom uso disso, você é totalmente responsável pelo seu sucesso ou pelo seu fracasso.

Conclusão:

São os pequenos hábitos que farão sua rotina mais produtiva. É importante sempre manter em mente que você é seu próprio chefe e isso faz com que você seja responsável pelo seu sucesso. Então planeje como você vai administrar seus novos hábitos e quais deles você vai adotar. No começo você vai se esforçar um pouco para leva-los à risca, mas com o passar do tempo eles realmente se tornam hábitos e tudo fluirá de maneira natural.

Assine nossa newsletter

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.