Como converter os leitores do seu Blog em clientes?

Você pode ter um blog muito bonito e pode se orgulhar muito disso, mas isso é tudo o que você tem. Seus leitores diários são apenas…leitores. Então você pensa que se conseguir aumentar a quantidade de leitores dentro do seu blog, começará a ganhar bastante dinheiro. Mas na verdade, um grande número de tráfego não garante um grande número de receita.

Outro fato interessante é que caso seu serviço seja bem segmentado para um público, seu blog não precisa de milhares de visitas diárias para ser lucrativo, você só precisa impactar as pessoas certas. Mas antes de pensar em atrair poucas ou muitas pessoas, você deve lembrar que um Blog não é uma coisa que funciona com banners em todos os lugares dizendo COMPRE MEU PRODUTO/SERVIÇO, um blog é como uma comunidade aonde você gera proximidade e afinidade com seu potencial cliente. Com o tempo, você deve traçar algumas estratégias para que esses leitores tornem-se clientes, mas devagar, se o leitor perceber que você só quer vender, vender e vender, certamente ele sairá correndo.

Como fazer isso?

Você não precisa de um blog extraordinário com super efeitos e um carregamento de um milésimo de segundo para conseguir fazer isso. Você também não precisa de uma câmera de dez mil reais para fazer vídeos que mostrem seu valor ao leitor/cliente.

1. Mostre seu valor logo de cara.

Agora não é o momento de ser misterioso sobre suas habilidades e talentos.

Você quer mostrar aos leitores que você SABE o que você está falando e que você está bem informado sobre o tema que você está escrevendo. Caso um desses leitores está disposto a te contratar, ele precisa saber que você é muito bom no que você faz e que você pode ajudar ele da melhor forma.

Existem algumas maneiras certeiras para fazer isso:

1# Faça conteúdos incríveis. Não importa sobre o que você irá escrever, vá fundo nesse assunto, busque coisas novas, relate experiências e crie conteúdos que as pessoas tenham prazer em compartilhar. Logo você verá que as pessoas as quais você quer atingir irão começar a conhecer o seu trabalho e essa proximidade irá gerar confiança.

Conteúdos incríveis são compostos por:

  • Respostas: é preciso responder a uma pergunta ou solucionar algum ponto de dor que seu público sofre;
  • Novidades: ofereça algo novo, tente assuntos diferentes, mescle assuntos, crie!
  • Exemplos: pegue seus trabalhos antigos e escreva sobre ele, mostre como aquilo pode solucionar tal coisa.

Você também pode se interessar por:

2# Materiais ricos grátis. A maioria dos blogs faz isso oferecendo o download gratuito de um e-book, templates ou presets. Essas pequenas coisas são estratégias de captura (o cliente leva o produto de graça e deixa seus dados de contato) e estão explodindo na internet. Pense o que você poderia oferecer para o seu público, pode ser uma agenda, um calendário com datas comemorativas, um workshop online dentre diversas outras coisas, é só pensar um pouquinho.

Certifique-se de que seu conteúdo oferecido para download é:

  • Alinhado com os assuntos e a linguagem do seu público;
  • Realmente valioso. Jamais envie conteúdo “bobo” por e-mail como algo de valor.

Assine a nossa newsletter

2. Certifique-se de que seus leitores sabem sobre seus serviços

Você tem um material muito legal, consegue captar os e-mails dos seus leitores e tem uma interatividade ótima. Mas seu blog não tem um link “contrate-me” ou “trabalhe comigo”. Dessa forma, como os leitores realmente irão saber que você está disposto a prestar serviços? Eles não vão.

Adicionar uma guia como “serviços” já é o suficiente. Assim seus leitores saberão que você também oferece serviços e que você pode ajuda-los de mais uma forma.

3. Vamos falar um pouco sobre Funis.

Caso você não tenha familiaridade com a técnica, ler a palavra “funis” pode causar um certo espanto. Mas é muito mais simples do que você imagina.

Imagine que o usuário está fazendo a primeira visita ao seu blog, ele pode ter achado seu conteúdo através de sites de busca, compartilhamentos em redes sociais ou alguém pode ter indicado esse conteúdo para ele (um jeito ainda mais fácil de ele se tornar seu cliente).

Agora vamos entender os estágios do funil:

Leitor > inscrito > fã > cliente.

#1. Leitor: todos os leitores estão na fase da descoberta do seu blog, geralmente eles ainda não sabem nada sobre você ou sobre o seu serviço. A proximidade entre você e ele está muito próxima do zero. Essa é a hora em que seu conteúdo fala por você. Cada post do blog que o leitor se interessar em abrir soma diversos pontos no jogo da proximidade entre vocês.

Como agilizar esse processo:

Link conteúdos relacionados aos seus novos post’s (sempre fizemos isso por aqui). Dessa forma seu leitor terá interesse em ler mais dos seus conteúdos, sem a necessidade de realizar buscas e navegar por dezenas de páginas até encontrar o que quer.

#2. Inscrito: nessa fase o leitor já tem em mente que seu conteúdo de blog é ótimo, mas ele quer mais. Ele não quer perder um post que você publica nesse blog maravilhoso.

Como agilizar esse processo:

  • Certifique-se de que o formulário de inscrição está acessível em todas as páginas;
  • Ofereça algum brinde para estimular o seu leitor a deixar seu contato.

#3. Fã: para chegar à essa etapa é preciso repetir a primeira etapa várias vezes. Seu leitor precisa receber bastante conteúdo rico para que ele se torne seu fã. Mas agora que você já tem o e-mail dele, isso fica um pouco mais fácil.

Dentro do seu ritmo de produção, envie novidades para seus leitores por e-mail. Se você tiver um ritmo lento, pode mandar a cada vez que um novo post entrar no blog. Aqui na Spitze produzimos em média de 3 à 5 posts por semana, então enviamos um e-mail que reúne os principais conteúdos de acordo com a segmentação do contato. Afinal não seria muito legal receber 5 e-mails de um mesmo blog toda semana.

  • Dicas:
    Tome cuidado com o excesso de contato;
  • Não tente copiar ou comprar listas de e-mails porque essas pessoas realmente não te conhecem e isso pode prejudicar muito seu cliente de e-mails e fazer com que todas as suas mensagens sejam consideradas Spam.

#4. Cliente: quando o leitor chega nessa fase, ele certamente já tem muita confiança em você a ponto de deixar algo em suas mãos para que você resolva. Essa confiança foi adquirida através de todos os conteúdos que você disponibilizou para ele em todas as outras etapas do funil.

Você pode instalar algum software no seu site para acompanhar o que seus leitores andam lendo dentro dele e no que eles clicam quando você manda e-mail (aqui na Spitze usamos o RD Station). Ao identificar leitores que interagem com conteúdos que o tornam ele um cliente em potencial, você pode sugerir seus serviços para ele ou enviar um cupom de desconto por e-mail, por exemplo.

Conclusão:

Um blog pode ajudar você a conseguir muitos clientes, mas é preciso agir de forma estratégica e ter consciência de que isso leva tempo. Isso pode ser um problema caso você esteja começando agora e não tenha nenhuma outra fonte de renda. Então se você possui um emprego fixo mas quer mudar para uma carreira de freelancer, comece a produzir seus conteúdos agora. Abra uma poupança e só abra mão do seu emprego fixo quando perceber que sua demanda mensal de freelas pode sustentar os seus gastos.

Tem alguma dica para acrescentar? Conta pra gente nos comentários! E não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber sempre conteúdos selecionados.

Assine a nossa newsletter

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.