Como eu consegui meu primeiro emprego como um programador autodidata? Eu me preparei como um louco.

Este texto é uma adaptação do texto original em inglês de Jonathan Puc publicado no Medium. Em um outro post aqui do blog, eu (Daniel) relato minha própria experiência no post: “7 coisas muito importantes que aprendi como freelancer em menos de um ano“, sinta-se à vontade para colocá-lo na sua lista de leitura também.

“Me dê seis horas para cortar uma árvore e eu vou passar as primeiros quatro afiando o machado” – Abraham Lincoln.

Esta frase é praticamente a encarnação do conselho que vou dar. Então, se houvesse uma coisa que você tirasse deste artigo, eu encorajaria você a se lembrar dessa citação. Se você não consegue entender o que está por trás dessas palavras, durante a leitura desse post, você terá bastante tempo para entender o seu real significado.

Eu acredito que é necessário contextualizar algumas coisas sobre mim. Eu não quero que você me veja como um “ninguém” dando conselhos. Eu quero que você me veja como um indivíduo como você, que passou por experiências semelhantes.

Sou um desenvolvedor autodidata de 22 anos. Comecei a aprender há nove meses. Antes de iniciar essa jornada para aprender a desenvolver, eu era um típico adolescente que foi influenciado pela sociedade e pelo sistema educacional. Durante o final do ensino médio, eu me preocupei por vários meses sobre o que eu queria estudar no ensino superior. Eu pensava que seria seguro escolher um campo estável e em crescimento, então eu escolhi cadeia de suprimentos e logística.

Durante os dois anos que passei na universidade, me sentia desconfortável e não tinha certeza do porquê. Eu acreditava que a infelicidade e o gosto da insatisfação eram algo normal na vida de um jovem na universidade. Eu pensava: tudo isso vai mudar quando eu conseguir meu diploma e um bom emprego. Agora sei que estaria longe da verdade.

O problema real era que eu não tinha encontrado algo do qual eu fosse realmente apaixonado – algo que eu poderia gastar meu tempo e esforço fazendo e não rotulá-lo como “trabalho”. Você deve trabalhar com algo que você goste tanto a ponto de fazer com que outras pessoas também se apaixonem pelo seu trabalho.

Pouco antes do início do meu terceiro ano, descobri o mundo do desenvolvimento . E o da programação pouco depois disso. Recentemente, eu consegui um emprego em um startup de desenvolvimento com um espirito bastante jovem e com capacidade de crescimento.Esta foi a minha primeira vez em uma empresa real e está sendo bem legal. Antes disso, busquei duas agências de recrutamento. Mas isso foi com a intenção de melhorar minhas habilidades de entrevista e avaliar a indústria em preparação para futuras entrevistas. Se você é um freelancer, talvez seja interessante para você a seguinte leitura: como conseguir oportunidades no início da sua carreira como freelancer.

Voltando ao texto, em suma, eu diria que ser bem sucedido logo no primeiro passo é uma grande conquista. Embora eu tivesse projetos de desenvolvimento e códigos para mostrar, eu acredito que foram minhas experiências passadas, traços, mentalidade e a posição com a qual eu me candidatei que me levaram ao sucesso.

Veja como eu me tornei esse candidato.

Me permiti tirar tempo para fazer o mais importante: treinar código todos os dias.

 

Se você quer realmente levar a carreira de desenvolvedor, você deve dominar e aprimorar seu conjunto de habilidades sempre que possível. A codificação deve ser uma extensão de si mesmo. Você deve chegar ao ponto em que você acorda e naturalmente se sente inclinado a se sentar e praticar. Não é vida ou morte se você perder um dia, mas é importante que você sempre tente manter uma rotina onde há estudo e prática todos os dias. Por isso é muito importante que você planeje a sua rotina, o Trello pode te ajudar muito nisso, você também pode descobrir como usar o Trello para organizar sua rotina como freelancer.

Definir metas.

Você provavelmente já ouviu essa dúzia de vezes, e espero que desta vez seja algo que fica e você vai começar a fazer. Mas há uma razão pela qual definir metas é tão importante assim. Sem um alvo, você nunca alcançará seu potencial total. Sem um alvo, você continuará perseguindo alguma coisa e nunca chegará a lugar algum.

 

“Eu quero ser bem sucedido!” Ou “Eu quero ser rico!” Estes não são objetivos, estes são desejos.

Você deve ser específico. Você deve saber exatamente o que você quer e como você vai conseguir. Você deve trabalhar até você conseguir.

  • Defina quais são seus objetivos;
  • Escreva todos eles em um papel;
  • Leia todos os dias em voz alta.

Se precisar de ajuda para planejar seu crescimento pessoal, aqui no blog tem um texto chamado planeje seu crescimento pessoal, você pode sempre dar uma passada aqui quando sentir dificuldades.

No início de setembro, escrevi no meu diário “Vou ter um emprego como desenvolvedor de uma empresa em que acredito em fevereiro de 2018.” A partir de então, tudo o que fiz, fiz com a intenção e propósito de encontrar esse objetivo.

Eu comecei a olhar para as vagas de emprego cerca de 5 semanas atrás. Consegui o meu objetivo em apenas 3 meses, em oposição ao inicialmente definido 5 meses. Essa é a beleza dos objetivos. Ter direção e propósito pode significar toda a diferença.

Salte para qualquer oportunidade de aprender.

Este ano, fui capaz de participar da Academia Européia de Inovação, o maior programa de Empreendedorismo Extremo do Mundo. Encontrei essa oportunidade graças ao fato de eu me colocar lá fora e aumentar a conscientização para minha marca pessoal, que será o próximo tópico. A academia foi uma oportunidade única para minha vida. Posso colaborar com estudantes de todo o mundo, além de ser orientado e ministrado por especialistas de empresas como o Google. Voltei para casa com percepção e conhecimento que definitivamente me permitiu crescer e distinguir-me da minha concorrência.

A melhor coisa que você pode fazer quando se encontra com potenciais empregadores é mostrar o quão dedicado você é para aprender e crescer através de novas oportunidades. Por que eles contratariam alguém conscientemente bem que existe uma grande chance de o candidato se tornar complacente agora que conseguiu um cargo dentro da empresa?

Além disso, os mentores da academia enfatizariam que a coisa mais importante sobre uma colocação em operação não é a idéia, mas a cultura e as pessoas por trás disso – a mente coletiva. Atualmente, é com isso que as empresas mais se importam: pessoas auto-motivadas e com capacidade de se dirigirem sozinhas. Seja uma dessas pessoas.

É claro que tudo aqui é muito focado para a área de desenvolvimento de código, mas, em geral, o conceito se aplica para qualquer outra área, caso você se sinta preso demais a estes exemplos, você pode descobrir como dominar qualquer nicho ou indústria sem sair daqui.

Se você está gostando, não deixe de se inscrever na nossa newsletter!

Assine a nossa newsletter

Construa sua marca pessoal.

Se você quiser se destacar,deve mostrar alguma autoridade na indústria em que você deseja fazer parte. Comece a produzir conteúdo sobre o seu tema e compartilhe com todo mundo que puder te ajudar. A razão pela qual eu consegui aproveitar a oportunidade de participar do programa de empreendedorismo foi devido ao fato de um amigo ter visto o que estava fazendo e fiz uma referência. Eu não sabia que o programa existia e teria perdido se eu tivesse me mantido sobre meus objetivos e o que eu estava aspirando a ser.

  • Bom em escrever? Comece a blogar;
  • Bom em estar na câmera? Inicie um canal do YouTube.

 

Se voce precisa de bons motivos para começar o seu blog ainda hoje, descubra porquê um freelancer precisa de um blog. Você não precisa ser um especialista, você só precisa começar a documentar sua jornada. Todo mundo adora uma história. Esteja disposto a mostra que você entende do assunto. Abra espaço para perguntas e assim todo mundo perceberá sua autoridade no assunto. E se você tem dificuldades para descobrir seus talentos ou o que você realmente é, você pode praticar com esses 5 exercícios de escrita exploratória que o surpreenderão sobre você.

Conclusão

“Me dê seis horas para cortar uma árvore e eu vou passar os quatro primeiros afiando o machado”. Lembre-se do nosso velho amigo de antes?

As pessoas estão tão envolvidas na tentativa de aprender certas estruturas ou linguagens de codificação para tentar satisfazer os postos de trabalho. Essas são apenas ferramentas. É quem está usando as ferramentas que mais importa.

Se você tem a oportunidade de conseguir uma reunião com os empregadores e realmente se mostrar como um candidato que se encaixaria bem com sua equipe e cultura, você terá uma grande chance de conseguir o emprego – autodidata ou não.

Se o seu objetivo é cortar uma árvore, em vez de cortá-la sem qualquer preparação, por que não dominar o machado e afiar? Infelizmente, esses são erros comuns, você pode ter ideias brilhantes e ser muito inteligente, mas tente não repetir os erros da maioria, pelo contrário, aprenda com eles. Caso você queira desviar desses erros, você também pode ler 7 erros comuns entre jovens empreendedores.

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.