Crowdsourcing e as vantagens de compartilhar idéias

“O poder da multidão está direcionando o futuro dos negócios” – Jeff Howe

Como diz o velho ditado: duas cabeças pensam melhor do que uma. Sendo assim, três pensam melhor que duas, e quatro pensam melhor do que três, certo?

No mundo dos negócios -eu pensei em usar “negócios criativos” mas os negócios que não são criativos simplesmente deixam de ser negócios-, o trabalho em equipe e a colaboração são coisas essenciais. Trabalhar com um grupo facilita o processo individual de cada indivíduo, pois cada um consegue dar o seu melhor em cada aspecto do qual tem mais afinidade. Isso torna os indivíduos mais criativos, produtivos e mais motivados do que indivíduos agindo sozinhos.

Apenas para dar um exemplo peara destacar a importância de trabalhar em equipes: uma vez fui convidado na faculdade para resolver um exercício lógico. Em primeiro lugar, tentamos individualmente, mas nenhum dos alunos conseguiu corrigir. Então, a classe foi dividida em diferentes grupos em que diferentes soluções e abordagens foram discutidas. O resultado? Resolvemos, e até descobrimos novas soluções. Incrível, não é?

A aula era destinada exatamente para soluções em equipes criativas e mostrava porque as reuniões de brainstorming devem contar com a presença de todos os envolvidos no projeto.

“Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós.” – Ken Blanchard

No mundo dos negócios, muita coisa mudou. Até mesmo as contratações feitas pelo setor de RH, antes, tudo era feito através de currículos. Hoje, você pode disponibilizar suas informações profissionais em algum site como LinkedIn ou responder dúvidas em grupos de Facebook e ser surpreendido com uma proposta de emprego. Portanto, para apresentar melhores ideias, você precisa compartilhar, discutir e aprimorar as suas, sempre com a ajuda dos outros. Isso é Crowdsourcing!

Geralmente, os processos de crowdsourcing são feitos com maior facilidade no meio on-line, porque dessa forma, é muito mais fácil concentrar uma bom número de pessoas.

Um exemplo muito presente em nossas vidas é a Wikipedia, ela foi criada a partir do trabalho coletivo de voluntários e pessoas externas. O conhecimento sustentando pelo Crowd faz da Wikipedia a maior e mais popular enciclopédia on-line, classificando-a entre os dez sites mais populares da internet.

Crowdsourcing é uma ótima maneira de trabalhar suas criações, afinal, em qualquer impasse, sempre haverá alguém na internet que saberá sobre o assunto.

Quais são as vantagens da Crowdsourcing?

Baixo custo: a internet permite que milhões de mentes criativas se conectem com facilidade e por um preço que a maioria consegue pagar sem grande esforço. A maioria das pessoas está conectada à Internet compartilhando seus interesses, buscando novas oportunidades ou aprendendo com esta rede.

Também não é algo muito trabalhoso, porque para ter uma operação de Crowdsourcing bem sucedida,  você só precisa escolher uma plataforma que dê conta do recado, mantendo as ideias sempre em ordem e possibilitando a discussão. Como no futuro os colaboradores estarão “na nuvem” as plataformas tornam-se as novas salas de reunião.

Em um nível global, poderíamos reunir especialistas de diversas áreas sem ao menos gastar um litro de gasolina para isso. Todo esse potencial tornaria o projeto muito forte, trazendo conhecimento e experiências de diferentes lugares do mundo.

Resultados de qualidade: num processo de Brainstorming, fica claro que para ter boas ideias, é preciso ter MUITAS ideias. Imagine então quantas boas ideias poderiam ser criadas a partir de um processo de crowd, afinal, não existem ideias ruins, o que existe são ideias não desenvolvidas. No crowd, toda ideia deve ser digna de se compartilhar.

O que ganham os participantes do crowdsourcing? Se você deseja implementar o crowd no seu negócio, antes de tudo, você deve descobrir o que é interessante para sua comunidade. Quais são os interesses, prioridades e expectativas dessas pessoas? O que os motivaria a participar disso?

Para alguns, o networking através do crowd é muito importante, pois eles podem conseguir outros trabalhos a partir disso. Outros são estimulados através de prêmios, melhorar suas habilidades relacionadas ao assunto ou estender seus currículos. Seja qual for a motivação que você escolher ofertar, sempre existe uma maneira de fazer com que todos se envolvam da maneira certa.

Assine nossa newsletter

O que você deve pensar antes de começar um projeto de crowdsourcing?

Você deve pensar em instruções claras para os participantes em potencial. Quais são os problemas? O que você está procurando? Onde quer chegar?

Organize perguntas breves, com material visual e disponha sempre uma camada a mais de informação. Tente ser o mais preciso possível. Sua equipe vai te agradecer. Essa é a primeira parte e também é a mais importante, afinal, ela é que fundamenta o projeto. Se você errar aqui, as ideias geradas não irão fazer sentido, então você vai estar mergulhando em um mar de frases que não fazem efeito para o seu negocio.

Conclusão.

Os processos de crowd podem beneficiar todos os tipos de negócio. Dessa forma, é muito mais fácil inovar no seu mercado e se destacar. Além de que, é sempre prazeroso e estimulante fazer algo diferente, esse tipo de reunião descentralizada ainda é algo um pouco novo, mas no futuro, será bastante comum.

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.