A hora certa para começar como freelancer

Mexer com coisas diferentes, inventar e remodelar tudo com liberdade é algo que enche seus olhos. Mas fazer tudo isso como freelancer pode parecer bom demais para ser verdade, então você pensa nisso todos os dias mas continua no seu emprego fixo porque é através dele que você paga suas contas. Consegue se enxergar nessa situação?

Você faz tudo como deve ser feito, mas será mesmo que isso te impede de fazer outras coisas?

É claro que não.

Talvez você já esteja trabalhando com o cargo que sempre sonhou, mas a rotina da empresa e todos os parâmetros a serem seguidos podem ter acabo com toda sua motivação e a paixão que você tinha pelo seu trabalho foi pelo ralo.

Você acha que está realmente pronto para trabalhar apenas com aquilo que ama?

Não há duvida, todos nós precisamos de dinheiro para sobreviver. Mas se você pudesse ganhar dinheiro fazendo aquilo que mais gosta, impulsionado pela sua paixão?

Eu mesmo já trabalhei em agências de comunicação onde meu cargo era X e eu detinha tarefas de cargos X, Y e Z. Fora o desgaste por não saber direito o que estava fazendo, a sistemática ainda por cima era algo muito chato. Não havia o mínimo de liberdade para criar algo novo, e quando havia, é claro que os créditos não eram meus.

Mas eu sempre pegava uns freelas para fazer nas horas vagas, mas só jobs dos quais eu sentiria muito prazer em participar, afinal eu estava sacrificando meu tempo de descanso para fazer algo a mais. Algum tempo depois eu tive a sorte/oportunidade de trabalhar apenas com o que eu gosto.

No entanto, esse não é o caso de todos. Não sei como é o seu dia de trabalho e quanto tempo você tem livre nos finais de semana. Mas independente de tudo isso, sempre sobra um tempinho, nem que seja um resto de domingo. E dá sim pra fazer algo novo. Use esse tempo para captar seus primeiros Jobs como freelancer, se é o que você realmente deseja.

A necessidade dos sacrifícios

O tempo é algo realmente muito escasso para todos nós. Por isso, para ter tempo para uma certa coisa, você precisa sacrificar outras. Pequenos sacrifícios diários podem te dar tempo o suficiente para construir algo notável. Exemplos:

Você sacrifica alguns minutos do seu trabalho para ensinar algo ao seu amigo;
Você usa uma tarde inteira de sábado para ajudar sua amiga a trocar de apartamento;
Você sacrifica seu assento no ônibus para dar lugar a alguém mais velho.

Sacrificar-se não é de todo mal. Você faz isso pelo bem dos outros, então por que não fazer sacrifícios pelo seu próprio bem-estar?

Todo mundo adora chegar em casa, tirar os sapatos, tomar um banho e relaxar no sofá. Todo mundo adora ver assistir o feed inteiro do YouTube e depois escolher alguma série no Netflix. Mas ninguém é lembrado por isso, ninguém é prestigiado por assistir uma série inteira no Netflix. Se você quer ter sucesso como freelancer e viver bem fazendo apenas aquilo que gosta, você deve usar seu tempo livre para construir algo significativo.

Eu sei que parece massacrante pensar em chegar do trabalho e trabalhar um pouco mais. Mas olhe paras as pessoas das quais você admira, elas começaram em algum lugar, com um espaço de tempo bastante reduzido e foram ampliando seus projetos conforme suas possibilidades, é essa a mentalidade que você precisa ter.

Você também pode se interessar por:

Emprego fixo.

É quase certo que você tem um emprego fixo e pensa que isso esse fato é a maior das objeções para iniciar sua carreira como freelancer, mas na verdade, esse é o primeiro passo.

Ter uma renda fixa é essencial. Se você ainda não tem uma, vá atrás de alguma o quanto antes. Você precisa pagar suas contas e ter dinheiro para giro. Fique ciente de que você está começando agora, não irá chover proposta de Job na sua inbox, há um grande caminho pela frente.

O seu trabalho fixo não precisa ser do mesmo ramo do qual você ser agir como freelancer, pelo contrário, até recomendo que seja diferente. Afinal, você não terá motivação para chegar em casa e fazer mais do mesmo. Se você quer ser um freelancer de design gráfico, tente arrumar algo que não ocupe tanto a cabeça. Você pode buscar um emprego de meio turno, quanto mais sistemático for o seu cargo, melhor, assim você fica livre para ter ideias quando estiver trabalhando com o que realmente ama.

O objetivo desse emprego fixo é apenas pagar suas contas e possibilitar que no seu tempo livre, você descubra coisas novas para se destacar fazendo apenas coisas que te deixem apaixonados pelo seu trabalho.

Se você quer trabalhar apenas com 3D, passe seu tempo livre treinando e estudando 3D. Faça projetos, monte propostas, faça tudo que consegue imaginar como uma engrenagem para ver seu negócio rodando daqui algum tempo.

Naturalmente, você irá saber a hora de ser freelancer full time.

A medida em que você vai divulgando seus projetos e contando aos outros como o seu trabalho pode ajudar alguém, os jobs irão surgir. Existem clientes que necessitam de uma alta demanda de material, então quando você perceber, boa parte do seu “tempo livre” já vai estar ocupada e você estará sendo remunerado por isso.

Então tudo o que idealizamos no começo está se tornando real. Você está fazendo uma coisa que ama e considera realmente motivadora e está sendo bem remunerado por isso. Agora que suas demandas já dão conta de pagar todas as suas contas, você deve ter tato o suficiente para saber se é hora de abandonar seu emprego fixo. Mas aja com cautela. Faça as seguintes perguntas:

Os clientes que atento hoje irão sempre ter essa demanda?;
Meu trabalho já tem alcance o suficiente para que novos clientes surjam?;
Eu realmente estou ganhando a quantia que eu preciso para sobreviver e guardar dinheiro?

Responda de forma honesta, pois se iludir aqui é algo bastante prejudicial.

Conclusão.

Não é impossível para ninguém começar como freelancer. Aos poucos, todos nós conseguimos, nem que sejam apenas alguns minutos, tempo livre para dedicar ao que realmente amamos e, dessa forma, nos tornamos profissionais reconhecidos por aquilo. Se você quer trabalhar como freelancer full time, lembre de se planejar, ter uma renda fixa antes de tudo e só então depois disso partir para o freela full time.

Assine nossa newsletter

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.