Um guia rápido para usar o Twitter na sua estratégia de e-commerce

Apesar do crescimento das demais redes sociais com conteúdo que se autodestroem, como Instagram, Snapchat e Messenger. O Twitter continua sendo uma das ferramentas mais eficazes das quais as marcas podem tirar proveito para construir conscientização de marca, criando engajamento com clientes atuais e fazendo com que dessa forma, novos clientes sejam atraídos.

Uma marca com forte presença no Twitter, pode ter seus gráficos de vendas no e-commerce fortemente afetados em consequência disso. Conforme explicado em um relatório de 2015 da empresa de pesquisa Millward Brown:

“Quando seus clientes estão buscando informações sobre um novo produto ou estão à beira de realizar uma compra, eles confiam muito nas informações disseminadas pelo Twitter. Quase metade (49%) das clientes do sexo feminino dizem conteúdo Twitter tem influenciado suas decisões de compra, o que torna a plataforma do ramo imobiliário privilegiada para as marcas. Estes compradores são super engajados no Twitter: eles são 160% mais propensos a manter-se atualizados sobre as novidades e marca promoções, 120% mais propensos a procurar ofertas e vendas e 240% mais propensos a conversar com uma marca do que no varejo compradores médios na rede social “.

Mesmo que o Twitter venha sendo um pouco esquecido dentro das operações de marketing nos últimos meses, a plataforma continua sendo essencial para uma estratégica de comunicação bem estruturada.

Este guia irá reunir algumas informações importantes e de fácil compreensão para que você entenda porque o Twitter continua sendo uma parte indispensável dentro das suas estratégias de e-commerce.

Os números.

Um guia rápido para usar o Twitter na sua estratégia de ecommerce.

Antes de estudar qualquer estratégia, é preciso que você conheça o lugar aonde está pisando. Aqui estão alguns números muito importantes dos quais é importante que você tome conhecimento:

  • A partir de seu relatório de ganhos mais recentes, o Twitter tem 319 milhões de usuários ativos mensais;
  • 82% dos usuários acessam o Twitter via dispositivo móvel;
  • De acordo com a Pew Research, 36% dos adultos on-line nos EUA entre 18 e 29 anos estão ativos na plataforma;
  • Os tweets atingem mais de um bilhão de usuários únicos por mês, através da própria plataforma e também por tweets incorporados em demais conteúdos.

O objetivo

Agora que você conhece um pouco mais sobre o público geral do Twitter, você conseguirá responder se essa é uma das plataformas aonde seu público se encontra. Mas antes de reservar tempo, mão de obra e verba para a plataforma, entenda como e porquê empresas que funcionam como e-commerces devem apostar no Twitter. Aqui vão algumas boas razoes:

1. Aumentar a visibilidade da marca.
Se o seu e-commerce é relativamente novo ou até mesmo muito novo, o Twitter pode ajudar com um buzz seja erguida ao redor da sua marca.

Logo após deixar seu branding redondinho e definir qual será a voz da empresa dentro das redes sociais, é importante que o profissional que ficará responsável pelas redes sociais se esforce para entrar em discussões relacionadas ao estilo de vida em que os produtos que estão a venda possam se enquadrar.

Você pode aumentar a visibilidade da sua marca logo de cara. Para isso é muito fácil, responda perguntas, compartilhe a história da marca, publique fotos dos seus produtos e interaja com seus clientes (você pode usar o campo de buscas para pesquisar palavras chave e encontrar pessoas relacionadas)

Um guia rápido para usar o Twitter na sua estratégia de ecommerce.
2. Faça parte da conversa

Seus potenciais clientes não estão apenas buscando informações sobre você e visitando seu site, eles também estão continuamente conectados em sites de mídias sociais como o Twitter para descobrir o que amigos e demais pessoas possam pensar sobre determinadas situações. E dentro dessas situações cabe uma série de produtos e marcas.

O Twitter confere a oportunidade de monitorar menções a palavras que são postadas na rede. Então faça suas buscas e participe de conversas que possam ser interessantes ao seu negocio.

Você também pode se interessar por:

3. Compartilhe coisas que agreguem algo a vida do seu cliente e gere mais trafego.

Os consumidores de hoje não estão sempre usando a internet para procurar marcas especificas e produtos, invés disso, eles estão usando a internet para encontrar respostas para as suas perguntas e soluções para os seus problemas. A fim de garantir que o cliente certo irá encontrar e interagir com a sua marca e não com os conteúdos dos seus concorrentes, você precisa estruturar o seu negocio para que ele seja visto como algo util, que resolva os problemas de alguém, que resolva a dor de alguém.

Com a facilidade de monotonamente dentro do Twitter, fica muito mais fácil que você descubra a dor que os seus potenciais clientes sentem e compartilhe conteúdo que resolva esses tipos de problemas. Uma vez que seu cliente tem um problema e seu site tem uma solução, a única coisa que falta é a ponte que liga um ao outro, use o Twitter para que a plataforma faça o papel dessa ponte e possibilite que o cliente chegue até a informação desejada.

4. Anuncie e venda produtos.

O Twitter também pode ser uma ferramenta poderosa para a propagar ofertas e vender produtos.
Como em um e-commerce, você pode facilmente criar e lançar uma variedade de campanhas pagas que podem ajudar você a definir e alcançar seus objetivos. Sejam eles acessos ao site, leads, alcance ou vedas.

Assim como no Facebook, você seleciona o público ao qual deseja atingir, monta sua campanha e então a coloca para girar. O único ponto negativo que percebemos aqui (na nossa conta de anúncios) é que o valor mínimo para ser gasto é de R$35,00

5. Fornecer Suporte

Desde seus primórdios, o Twitter se tornou uma ferramenta padrão de SAC, para que empresas pudessem interagir com seus clientes e oferecer suporte ao mesmos.
É importante entender que ao decidir que sua marca deve ter presença em redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram, você também está abrindo uma porta para que as pessoas possam conversar com você de forma direta e indireta. Falando coisas boas ou ruins.

Como algumas marcas fazem, você pode optar por ignorar as mensagens negativas que você recebe no Twitter, mas você também pode responder a todos e usar cada resposta como uma oportunidade para mostrar as pessoas que você se preocupa com seus clientes e está disponível quando eles precisam.

Como um negócio de comércio eletrônico, você pode optar por ignorar as mensagens que você recebe de clientes infelizes no Twitter que precisam de sua ajuda, ou você pode enfrentá-los publicamente e usar cada interação como uma oportunidade para mostrar às pessoas que você se preocupa em servir as necessidades do seu Clientes e que você está disponível quando as pessoas precisam de ajuda.

Se você estiver interessado em aprender mais sobre Twitter e redes sociais em geral, assine nossa newsletter e receba conteúdo selecionado em sua inbox toda semana!


Melhores práticas.

Se você nunca teve uma boa experiência com o Twitter de forma a usa-lo com estratégias contadas para e-commerce, aqui estão algumas dicas que irão ajudar muito você a potencializar seu e-commerce usando o Twitter.

  1. Seja consistente.

Como mencionado anteriormente, a única maneira que você nunca será capaz de obter qualquer tipo de ROI do Twitter é ser consistente sobre quando e quantas vezes você publicar atualizações e se envolver com seguidores.

2. Seja genuíno.

O Twitter é sobre conversas. Ao interagir com seguidores e clientes, tente ter conversas autênticas e significativas. Não faça as pessoas se sentirem como se estivessem conversando com uma empresa – mostre às pessoas que existem realmente pessoas que cuidam do seu negócio.

3. Compreenda o seu público-alvo.

Saiba quem você está tentando alcançar no Twitter. Há muitos recursos lá fora que podem ajudá-lo a entender quando e como interagir melhor com seu público-alvo. Alavancá-los sempre que possível, a fim de aumentar o seu sucesso.

4. Adicione valor.

Se esforce para interagir ao máximo com seus possíveis clientes, mesmo que de fato essa pessoa não vá se tornar um cliente, é importante mostrar excelência como um modo de funcionamento, não só como um estratégia de vendas.

Twitter não é sobre a partilha de cupons promocionais, é sobre o compartilhamento de conteúdo que outras pessoas possam considerar úteis.

5. Seja responsivo.

Os usuários do Twitter esperam respostas rápidas quando chegam à marcas e às empresas. Certifique-se de que está a utilizar ferramentas que lhe permitem monitorizar e responder a mensagens dirigidas à sua marca em tempo real.

Dica extra: você também deve certificar-se de que o recurso de mensagens diretas está ativado para sua conta. Isso permitirá que você forneça ainda melhor atendimento ao cliente para as pessoas que chegam até você para obter ajuda.

Um guia rápido para usar o Twitter na sua estratégia de ecommerce.

6. Aproveite dados e análises.

Use o Google Analytics, Seekr e Twitter Analytics para melhorar suas campanhas pagas, aumentar o engajamento com os seguidores, entender melhor seu público-alvo e direcionar mais tráfego para seu site.

7. Não seja promocional demais.

Você vai querer compartilhar informações sobre seus produtos e empresa no Twitter – e isso é bom, apenas não exagere.

Os usuários do Twitter querem interações autênticas e reais com as marcas – eles não querem se sentir como se estivessem empurrando seus produtos para baixo de suas gargantas cada vez que vêem seus tweets.

8. Realize testes constantes.

Para tirar o máximo proveito do Twitter para e-Commerce, você tem que estar disposto a testar novas idéias de campanhas, novas estratégias, novos tipos de conteúdo, novos tempos de publicação e qualquer outra coisa que você possa pensar que pode aumentar o seu sucesso.

Gostou do conteúdo? Tem alguma dica para incluir? Junte-se à nós nos comentários! 😀

E não esqueça de assinar nossa newsletter!

Referências:

 

 

Comentários

comentários

Enviado por Daniel Henrique

Publicitário pela Universidade Regional de Blumenau. Coordenador de conteúdo na Spitze Network.